O descompasso de Tal Mãe, Tal Filha

Tal Mãe, Tal Filha (Telle Mère, Telle Fille, 2017) não possui grandes qualidades, aliás, talveznão possua nenhuma. É um filme histérico, desajustado com piadas pobres e uma edição que deixa a desejar. Parece uma produção que não sabe o que é e atira para todos os lados com reviravoltas e reações descompassadas. Noémi Saglio, diretora e co-roteirista cria situações em que as ações beiram ao ridículo sem nunca cair no tom que busca: o cômico.

A graça se transforma em vergonha alheia facilmente na história de uma mãe extrovertida, Manon (Binoche), e Avril (Camille Cottin) a sua filha grávida. Elas são contrapontos. Enquanto a mãe é destrambelhada, a filha é o cúmulo da organização e controle. A relação que já é amarga e conflituosa, desanda ainda mais depois que Avril descobre que sua mãe quarentona está grávida logo quando ela também está. Reside aí uma justificativa que pouco convence na narrativa: a filha acha que Manon está roubando o seu protagonismo. É uma desavença histérica que não instiga e se desenvolve corretamente no formato de comédia nonsense.

Com direito até mesmo a um cachorro que acessa um aplicativo de paquera canino em um tablet, Saglio não sabe dar profundidade aos seus personagens em uma comédia que parece querer investir, em diversos momentos, num tom mais dramático, mas que acaba parecendo ridículo frente ao desequilíbrio de seus personagens. Tramas ficam pelo caminho perdidas e sem resolução, cenas parecem gratuitas e com o intuito de risadas gratuitas. O segredo em torno do pai do filho de Manon não agrega força à trama ou reviravolta qualquer como a diretora propõe constantemente.

Tal Mãe, Tal Filha chega ao seu final sem alardes, deixando como resultado aos espectadores o quão desesperador é assistir atores talentosos, como Juliette Binoche e Lambert Wilson, em performances nada memoráveis. No final das contas, é preciso elogiar Saglio pelo seu trabalho, afinal exige muito esforço e dedicação para tornar Juliette Binoche uma péssima atriz em um produto tão esquecível.

Cotação: [usr 1]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *