Na Vertical – Na terra dos homens

Alain Guiraudie desenvolve um cinema que primordialmente retrata o universo do homem e a sua masculinidade, além dos relacionamentos e sexualidade ambíguos. Dentro desse ambiente essas facetas surgem e se revelam profundas como forma de conforto ou sobrevivência. Na Vertical (Rester Vertical, 2016), selecionado para o Festival de Cannes em 2016, talvez seja o auge do diretor em retratar o conflituoso e dúvido universo de seus personagens masculinos. Misturando o onírico com um tom quase documental, Guiraudie realiza um filme de reações extremas tanto dos personagens como dos espectadores.

Continue lendo “Na Vertical – Na terra dos homens”

Personal Shopper: minimalismo, espiritualidade e ceticismo

1200Talvez por brincar com tópicos incomuns ao seu cinema, como o espiritualismo e o sobrenatural, muitos espectadores, em especial a crítica, não simpatizaram com Personal Shopper (2016), o novo filme do cineasta francês Olivier Assayas. A produção rendeu ao realizador a Palma de Ouro de Melhor Direção no Festival de Cannes do ano passado, mesmo após uma recepção morna e polêmica no evento. Essas contradições tornam o filme ainda mais único e interessante para ser analisado.

Continue lendo “Personal Shopper: minimalismo, espiritualidade e ceticismo”