O intenso caos e a ascensão de Nadine Labaki

Nos seus trabalhos anteriores, o açucarado Caramelo (2007) e o ingênuo E agora, para onde vamos? (2011) a diretora e atriz libanesa Nadine Labaki toca em questões existenciais e sociais de maneira branda, através de uma direção bastante convencional. Reconhecida por grandes festivais, como o de Cannes, …

Personal Shopper: minimalismo, espiritualidade e ceticismo

Talvez por brincar com tópicos incomuns ao seu cinema, como o espiritualismo e o sobrenatural, muitos espectadores, em especial a crítica, não simpatizaram com Personal Shopper (2016), o novo filme do cineasta francês Olivier Assayas. A produção rendeu ao realizador a Palma de Ouro de …