Música Para Quando as Luzes se Apagam: afetos e delírios

O cinema sociopolítico contemporâneo, ou melhor, a voga da representação de grupos marginalizados sempre corre o perigo de se limitar à simples afirmação “nós existimos”. Não que o desvelar de identidades preferivelmente ocultas pelos projetos conservadores não seja louvável, mas todos os debates precisam avançar …

Tiradentes 2017 | Os últimos trabalhos da Mostra Foco

Citações de um texto de Luc Moullet que relaciona cineastas e seus signos – aqui especificamente o de Peixes -, além de uma declamação de Norma Bengell, funcionam como uma introdução do curta-metragem Minha única Terra é na Lua. Em seu filme, o diretor e roteirista Sergio Silva …

Tiradentes 2017 | Os definitivos espaços nos curtas da segunda série da Mostra Foco

A segunda noite de curtas da Mostra Foco, aqui em Tiradentes, trouxe trabalhos onde os espaços desempenharam papel fundamental. No pernambucano Nunca é noite no Mapa, o diretor Ernesto de Carvalho utiliza a ferramenta do Google Maps para criar sua narrativa. O filme mescla documentário …

Baronesa – a mulher da periferia e a estreia promissora de uma cineasta

Uma jovem negra, moradora da periferia, requebra seu corpo enquanto o som agressivo de um funk tira dela uma coreografia precisa. A lente da câmera não se interessa pelo balançar da bunda da moça, algo praticamente inevitável. A diretora estreante Juliana Antunes, em um quadro …